Segunda-Feira, 15 de Outubro de 2018

Arion pede medidas para organizar e aumentar a segurança no trânsito

Vereadores também solicita informações sobre atendimentos na área de fisioterapia

Marechal Cândido Rondon

| 23/05/2017 | 14:08 | Assessoria
Arion pede medidas para organizar e aumentar a segurança no trânsito | Marechal Cândido Rondon
Arion Nasihgil | Foto: Cristiano Viteck

Por meio de indicações apresentadas na sessão de ontem (22), o vereador Arion Nasihgil solicita à Prefeitura rondonense que promova intervenções no trânsito da sede municipal. Uma das reivindicações é para que sejam adotadas medidas para organizar o tráfego de veículos em diversos cruzamentos de ruas. “Há movimento intenso de veículos, especialmente em horários de pico, em diversos locais que não possuem sinalização adequada e muito menos organizadores de tráfego, o que atrapalha o fluxo e coloca em risco motoristas, ciclistas e pedestres”, lamenta Arion.

A sugestão do vereador é que sejam construídas rotatórias ou instalados semáforos, especialmente nos cruzamentos das ruas Pernambuco e Sete de Setembro (próximo ao Corpo de Bombeiros), e das ruas Santa Catarina e Dom João VI (esquina do Sicoob).

Outro pedido é para que sejam tomadas providências para reduzir a velocidade dos veículos que trafegam nas proximidades da Escola Municipal Criança Feliz, especialmente no cruzamento das ruas Espírito Santo e Presidente Costa e Silva, visto ser um local com alto fluxo de crianças em horário escolar, que muitas vezes não são respeitadas pelos motoristas, que trafegam em alta velocidade.

De outra parte, em requerimento Arion solicita informação do governo rondonese sobre os procedimentos fisioterapêuticos disponibilizados aos pacientes da rede pública municipal de saúde. “Recebemos reclamações de usuários da rede municipal de saúde, que necessitam de tratamento com fisioterapeutas, muitas vezes com urgência e por ordem médica. Entretanto, encontram óbice com o não pagamento dos procedimentos pelo município, situação verificada desde o início deste ano e que não se pode aceitar”, afirma o vereador.

Assim, ele pede ao Poder Executivo Municipal que esclareça, entre outras questões: se os tratamentos fisioterapêuticos estão sendo custeados pelo município e, em caso positivo, de que forma (via licitação, Ciscopar ou outra); quais as clínicas credenciadas que recebem os pacientes provenientes da rede municipal; o número e o detalhamento de pacientes já atendidos por fisioterapeutas, desde o início do ano; e se, caso não esteja havendo atendimento, por qual motivo e, ainda, se há previsão para a retomada do fornecimento destes procedimentos pela rede pública.

MAIS NOTÍCIAS DA CÂMARA
10/10/2018 às 09:46
Concessões serão definidas por processo licitatório
09/10/2018 às 13:18
Motoristas trafegam em alta velocidade no local
09/10/2018 às 13:00
Vias têm buracos que dificultam o trânsito
09/10/2018 às 12:48
Ele questiona se lista de beneficiados já está definida
09/10/2018 às 12:37
Local é utilizado por crianças e adultos do distrito
09/10/2018 às 12:27
Indicação é dos vereadores Adelar, Backes e Claudinho
09/10/2018 às 11:59
Instalações elétricas não suportam os aparelhos
09/10/2018 às 11:45
Objetivo é contemplar a Avenida Rio Grande do Sul
09/10/2018 às 11:26
Buracos aumentam riscos de acidentes naquela região
09/10/2018 às 11:20
Ele ainda sugere melhorias no trânsito da cidade
PUBLICIDADES
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL