Sábado, 20 de Outubro de 2018

Arion sugere construção de albergue temporário para moradores de rua

Rodoviária e antiga Estação do Ofício são ocupados por quem não têm onde morar

Marechal Cândido Rondon

| 25/04/2017 | 14:10 | Assessoria
Arion sugere construção de albergue temporário para moradores de rua | Marechal Cândido Rondon
Arion Nasihgil | Foto: Cristiano Viteck

O vereador Arion Nasihgil apresentou, na sessão de ontem (24), sugestão à Prefeitura para que elabore estudo e busque apoio do Governo do Paraná para a construção e manutenção de um albergue temporário para atendimento aos moradores de rua em Marechal Cândido Rondon. “Tal necessidade vem se tornando cada dia mais patente com o aumento considerável de famílias que vêm à nossa cidade em busca de empregos que, infrutíferas, acabam obrigando tais pessoas a se utilizarem de locais públicos como residência. É o caso da rodoviária, na região central, e da Estação do Ofício, no bairro São Lucas, que são largamente ocupadas por desabrigados e por usuários de drogas”, lamenta Arion.

Na avaliação dele, o albergue pode ser construído com o auxílio de programas específicos do governo estadual. Além de atender moradores de ruas, o local poderá receber imigrantes e usuários de narcóticos, oferecendo um lar seguro no período noturno. “Mas, mais do que isso, no local pode ser oferecida assistência psicossocial, além de auxílio individualizado na busca por um emprego formal, a exemplo do que acontece em municípios da região, com destaque para o Albergue Noturno Allan Kardec, em Toledo, gerido por uma entidade beneficente”, explica Arion.

Já através de requerimento, ele solicita informações do Executivo Municipal sobre o atendimento odontológico na rede municipal de saúde, bem como requer a elaboração de estudo para a implementação de um CEO – Centro de Especialidades Odontológicas em Marechal Cândido Rondon.

O vereador pede que a Prefeitura encaminhe ao Poder Legislativo informações sobre quais os procedimentos odontológicos realizados nas unidades municipais de saúde e quais necessitam ser encaminhados ao Ciscopar (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Costa Oeste); e quais são os que pacientes aguardam atendimento odontológico pelo Consórcior, bem como qual o custo detalhado destes procedimentos. A intenção é verificar a viabilidade de criar um CEO próprio no município.

MAIS NOTÍCIAS DA CÂMARA
19/10/2018 às 09:03
Salas estariam com mais alunos do que é permitido
10/10/2018 às 09:46
Concessões serão definidas por processo licitatório
09/10/2018 às 13:18
Motoristas trafegam em alta velocidade no local
09/10/2018 às 13:00
Vias têm buracos que dificultam o trânsito
09/10/2018 às 12:48
Ele questiona se lista de beneficiados já está definida
09/10/2018 às 12:37
Local é utilizado por crianças e adultos do distrito
09/10/2018 às 12:27
Indicação é dos vereadores Adelar, Backes e Claudinho
09/10/2018 às 11:59
Instalações elétricas não suportam os aparelhos
09/10/2018 às 11:45
Objetivo é contemplar a Avenida Rio Grande do Sul
09/10/2018 às 11:26
Buracos aumentam riscos de acidentes naquela região
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL