Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018

Arrecadação de Marechal Rondon em 2017 foi de R$ 177,2 milhões

Receitas superaram em R$ 20,6 milhões as despesas

Marechal Cândido Rondon

| 27/02/2018 | 15:20 | Assessoria
Arrecadação de Marechal Rondon em 2017 foi de R$ 177,2 milhões    | Marechal Cândido Rondon
Audiência pública nesta terça-feira (27) | Foto: Cristiano Viteck

 A Câmara de Marechal Cândido Rondon realizou na manhã desta terça-feira (27) audiência pública com a Secretaria Municipal de Fazenda, relativa ao cumprimento das metas fiscais do Poder Executivo ao longo de 2017. Os trabalhos foram abertos sob coordenação do presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara, vereador Valdir Port (Portinho), com a presença dos vereadores Adriano Backes, Ronaldo Pohl e Vanderlei Sauer, além do vice-prefeito Ilario Hofstaetter.

Arrecadação

O relatório, apresentado pelo secretário de Fazenda, Carmelo Daronch, e pelo contador da Prefeitura, Maico Alexandre Heck, indicou que em 2017 o município rondonense teve uma arrecadação total de R$ 177.240.308,31. Isso representa R$ 6.337.808,31 a mais do que havia sido previsto para o ano, que eram R$ 170.902.500,00.

Em 2016, a arrecadação chegou a R$ 159.317.496,77, ou R$ 4.037.496,77 a mais do que o orçamento inicial de R$ 155.280.000,00.

Despesas

Com relação às despesas totais do município em 2017 – incluindo os gastos da Prefeitura, Câmara, Saae, Fundação Promotora de Eventos (Proem) e Fundo Municipal de Desenvolvimento (FMD) –, elas chegaram a R$ 156.546.0611,70. Assim, a diferença entre as receitas e despesas tiveram um resultado positivo de R$ 20.694.246,41.

Em 2016, as despesas haviam sido de R$ 158.796.419,91, com um saldo positivo na relação entre receitas e despesas de R$ 521.076,86.

Educação

Na área de Educação os investimentos do governo rondonense em 2017 foram de R$ 33.304.588,52, ou 30,09% dos recursos do município, sendo que por lei o mínimo a ser investido é 25%. 

Em 2016, os investimentos no setor foram de R$ 31.762.564,26, ou 31,99% dos recursos da Prefeitura.

Saúde

No setor de Saúde, os investimentos dobraram em relação ao valor mínimo exigido legalmente, que é de 15% dos recursos do município. No passado, o percentual investido foi de 32,34%, o que se traduz em R$ 34.498.115,13.

Em 2016, o percentual investido pela Prefeitura na Saúde foi de 27,47%, que representam R$ 26.707.095,94.

Avaliação

 Ao finalizar a audiência pública, o vereador Portinho fez uma análise positiva dos números apresentados. Ele destacou os recursos arrecadados a mais do que o orçado e, principalmente, o saldo positivo na relação entre receitas e despesas, que ultrapassou os R$ 20 milhões. Segundo ele, é com este valor, juntamente com outros recursos disponíveis no caixa da Prefeitura, que o governo rondonense poderá investir em 2018 para atender as grandes demandas da população nas áreas de educação, saúde, pavimentação de ruas nos bairros e obras no interior.

“Esta audiência pública demonstrou que o município está altamente preparado para realizar estes investimentos”, conclui Portinho.

MAIS NOTÍCIAS DA CÂMARA
10/12/2018 às 11:06
Homenagem é de autoria do vereador Pedro Rauber
04/12/2018 às 15:15
Entidade poderia auxiliar trabalho da Polícia Militar
04/12/2018 às 15:07
Vereadores cobram ações em conjunto das polícias
04/12/2018 às 15:02
Estrutura agilizaria atendimentos de emergência
28/11/2018 às 11:26
Projeto de honraria tem como autor Vanderlei Sauer
28/11/2018 às 11:04
Contratação será por meio de concurso público
28/11/2018 às 10:18
Intenção é garantir mais atrativos ao parque da cidade
28/11/2018 às 09:15
Comunidade critica não prestação deste serviço
28/11/2018 às 09:08
Áreas teriam sido penhoradas em processo da Codecar
28/11/2018 às 09:01
Estruturas vão diminuir os acidentes de trânsito
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL