Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018

Hospital Municipal Doutor Cruzatti realizou 179 partos em 2017

Investimento na Saúde em 2017 foi de R$ 34,6 milhões

Marechal Cândido Rondon

| 28/02/2018 | 15:20 | Assessoria
Hospital Municipal Doutor Cruzatti realizou 179 partos em 2017 | Marechal Cândido Rondon
Audiência pública | Foto: Cristiano Viteck

 A Câmara de Marechal Cândido Rondon promoveu na tarde de ontem (27), audiência pública de prestação de contas e apresentação de relatório de atividades da Secretaria Municipal de Saúde, relativas ao terceiro quadrimestre de 2017. Os trabalhos foram coordenados pelo vereador Adelar Neumann, presidente da Comissão Permanente de Educação, Saúde, Cultura, Bem-Estar Social e Ecologia. Também participaram os vereadores Arion Nasihgil, Claudio Kohler, Ronaldo Pohl, Valdir Port e Vanderlei Sauer, o secretário Chefe de Gabinete da Prefeitura, Valdir Sachser, além de representantes da comunidade.

A apresentação do relatório foi feita pela secretária municipal de Saúde, Marciane Specht. Um dos pontos de destaque foram os números relativos ao Hospital Municipal Doutor Cruzatti, que no ano passado começou a realizar novamente partos no município através do serviço público de Saúde. De acordo com a secretária, de 1º de junho até o final de dezembro ocorreram 179 partos. Também foram realizadas 34 cirurgias eletivas da especialidade de ginecologia.

Ao todo, em 2017 o Hospital Municipal atendeu 1.565 pacientes. Os diagnósticos mais frequentes neste período foram doenças pulmonares e renais, insuficiência cardíaca crônica e doenças cardiovasculares.

Entre outros números relativos a 2017 apresentados à comunidade, estão as 76.009 consultas médicas com clínico geral realizadas nos postos de saúde e na Unidade de Saúde 24 Horas; 11.808 atendimentos odontológico e além de 97.253 exames clínicos. A Farmácia Básica foi responsável por 114.538 atendimentos.

Com relação aos investimentos do município no setor de Saúde, eles alcançaram R$ 34.619.672,80, ou 32,03% dos recursos do governo rondonense. Isso é mais do que o dobro do que é exigido por lei, que é de 15%.

O presidente da audiência pública, vereador Adelar Neumann, parabenizou a secretária de Saúde pelo trabalho realizado na pasta e pela clareza na apresentação dos dados e das respostas aos questionamentos dos vereadores e da comunidade. “A audiência pública é uma exigência legal, mas acima de tudo um mecanismo que faz com que a sociedade consiga ver onde foi gasto o dinheiro público”, concluiu Adelar.

MAIS NOTÍCIAS DA CÂMARA
19/09/2018 às 13:48
Ela era irmão do presidente da Câmara e tio do prefeito
18/09/2018 às 19:19
Para São Roque, São Cristóvão e Cinco Cantos
18/09/2018 às 19:03
Ele também solicita pedras irregulares na Flor de Maio
18/09/2018 às 18:47
Além de produtores, via é usada pelo transporte escolar
18/09/2018 às 18:18
Melhorias são necessárias no centro e nos bairros
18/09/2018 às 17:27
Pedido é uma reivindicação daquelas comunidades
18/09/2018 às 17:18
Via está bastante danificada, alerta o vereador
18/09/2018 às 17:09
Estruturas recebem grandes eventos do município
18/09/2018 às 17:00
Intenção é a construção de 180 casas populares
18/09/2018 às 16:51
Objetivo é fiscalizar as ações do governo municipal
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL