Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018

Amazon recebeu 238 propostas de cidades para construção de nova sede na América do Norte

A cidade escolhida vai receber um investimento de US$ 5 bilhões, que prevê a criação de 50 mil postos de trabalho com boas condições.

#Negócios

| 24/10/2017 | 16:01 | G1
Amazon recebeu 238 propostas de cidades para construção de nova sede na América do Norte | #Negócios
Sede da Amazon em Seattle. | Foto: Divulgação/Amazon
A Amazon recebeu 238 candidaturas de diversas cidades da América do Norte para instalar sua nova sede, informou a gigante do varejo nesta segunda-feira (23) à noite. A varejista abriu uma disputa entre os municípios e recebeu propostas até o último dia 19.

A cidade escolhida vai receber um investimento de US$ 5 bilhões, que prevê a criação de 50 mil postos de trabalho com boas condições.

"Recebemos 238 propostas da América do Norte para o #HQ2", tuitou a empresa sediada em Seattle, se referindo a sua segunda sede.

"A equipe está animada para analisar cada uma delas!".

A Amazon anunciou, no mês passado, que planejava investir na criação de sua segunda sede.
"Esperamos que a HQ2 seja um equivalente de nossa sede em Seattle", disse o fundador da Amazon, Jeff Bezos, segundo homem mais rico dos Estados Unidos, com uma fortuna de US$ 85,8 bilhões.

Disputa de cidades
Metrópoles em todo a região embarcaram numa guerra frenética e desesperada para conquistar a Amazon e se tornarem a segunda casa da gigante de comércio digital.

A empresa também teria recebido propostas do Canadá e do México.

O anúncio da Amazon desatou uma competitiva corrida nos Estados Unidos, em que cidades famosas como Nova York, ou Chicago enfrentam outras menos conhecidas, que querem mudar sua história.

Das isenções fiscais de US$ 7 bilhões, propostas por Newark, em Nova Jersey - uma cidade que há 50 anos foi cenário de violentos confrontos raciais - até o cactos gigante enviado por Tucson, no Arizona, as ofertas vão da ambição extrema a propostas esdrúxulas.

Além de contratações diretas e investimentos, espera-se que as obras para construir a segunda sede gerem milhares de empregos adicionais.

Processo público
A empresa indicou, na internet, que tinha decidido escolher a localização da segunda casa através de um processo público, porque "queremos encontrar uma cidade que esteja animada para trabalhar conosco".

A Amazon demonstrou sua preferência por locais com mais de 1 milhão de habitantes, ambiente amigável para negócios e bairros urbanos e suburbanos capazes de atrair e reter talentos técnicos fortes.

Um estudo conduzido pela World Business Chicago estimou que, em 17 anos, o AmazonHQ2 vai gerar 341 bilhões de dólares em gastos totais, inclusive US$ 71 bilhões em salários.
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES