Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018

Ao lado de Lula, Gleisi avisa ao TRF-4: 'não aceitamos; vai ter luta'

Presidente do PT disse que convocará uma frente de Centro-Esquerda para lutar pela democracia

Brasil

| 25/01/2018 | 09:09 | Notícias ao Minuto
Ao lado de Lula, Gleisi avisa ao TRF-4: 'não aceitamos; vai ter luta' | Brasil
RECOMENDAMOS

Presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann mandou um recado para a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), responsável pela condenação unânime de Luís Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira (24). "Não vamos aceitar esta condenação", disse a advogada de cima do trio elétrico usado como palanque na Praça da República, em São Paulo, nesta noite. "Vocês não vão determinar o rumo da nação. Vai ter muita luta na rua". 

Última a falar, imediatamente antes de Lula, Hoffmann também mandou um aviso ao ex-presidente, a quem chamou de maior liderança política do país: "Lula, você merece nosso amor, porque você é um semeador de sonhos. E nós sonhamos junto com você".

No começo do discurso, Gleisi se disse indignada e revoltada porque a "Constituição foi rasgada mais uma vez, aliás, tem sido assim desde o processo de impeachment (de Dilma Rousseff). Por que é importante falar sobre isso? Por que é o marco da advocacia brasileira. Foi nela que fizemos um pacto para retomada da normalidade do Brasil, após a ditadura militar".

A petista definiu o julgamento como a coroação de um processo político que inclui a reforma trabalhista e o povo "morrendo de febre amarela". A sentença, segundo Gleisi, foi corporativa, para proteger Sergio Moro". Sobre a acusação de que a defesa de Lula tinha tom político, ela provocou: "se não sabe jogar, não desce pro play". O julgamento é uma tentativa, defendeu a presidente do PT, de impedir o "voto de milhões de brasileiros e brasileiras".

Gleisi Hoffmann disse que o PT vai consolidar um frente de Centro-Esquerda para lutar pelo país. A petista não se furtou de convocar a militância. "Vamos para a luta, reforçar comitês populares. Cada casa, cada local de trabalho, pode ser transformado em comitês em favor da democracia. Vamos colocar a bandeira vermelha do PT ao lado da do Brasil... porque bandeira do Brasil não é propriedade de coxinha".

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 37 minutos | Missal
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES