Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

Copel vai podar ipês embaixo da rede elétrica na Avenida das Torres

Media visa à segurança do sistema e da população

Marechal Cândido Rondon

| 24/10/2017 | 10:37 | Assessoria
Copel vai podar ipês embaixo da rede elétrica na Avenida das Torres | Marechal Cândido Rondon
Hélio José Dalgallo | Foto: Cristiano Viteck
PUBLICIDADE

O chefe da agência da Copel em Marechal Cândido Rondon, Hélio José Dalgallo, participou da Tribuna Popular na sessão de ontem (23) do Poder Legislativo Municipal. Ele utilizou o espaço para comunicar aos vereadores e à população que a Copel fará, nesta semana, a poda dos ipês situados embaixo da rede de transmissão de energia elétrica, no canteiro central da Avenida Expedicionário Otto Grings (Avenida das Torres).

Segundo Dalgallo, a medida é necessária para evitar acidentes, pois muitos ipês estão bastante próximos dos cabos de energia que alimentam a subestação da Copel no município.

Durante seu pronunciamento, Dalgallo citou que a situação é de alto risco, uma vez que, com a proximidade dos galhos e da rede, podem ocorrer descargas elétricas capazes de provocar o rompimento dos cabos e consequente interrupção do fornecimento da energia para Marechal Cândido Rondon e municípios vizinhos. Mais grave ainda é a possibilidade de acidentes com vítimas.

O chefe da agência da Copel explica que os cabos utilizados naquele local são termodinâmicos. Ou seja, eles se retraem em dias mais frios e se alongam naqueles em que as temperaturas são mais elevadas. Ele mencionou que na última quarta-feira (18) à tarde, dia de forte calor em que o consumo de energia também foi o maior do ano em toda a cidade, a Copel precisou deslocar duas equipes de plantão até a Avenida das Torres. O motivo é que o alongamento dos cabos foi tamanho, que os fios cederam e abaixaram até dois metros, ficando a poucos centímetros da copa de algumas árvores.

Mesmo não tendo ocorrido nenhum problema, a situação foi considerada grave pela Copel, que decidiu realizar a poda urgente dos ipês.

“A convivência entre árvores e rede elétrica tem conflitos. Quando aquelas árvores foram plantadas, não se percebeu o impacto que elas teriam no futuro. Hoje esses ipês chegaram a um tamanho crítico e, para evitar um acidente, teremos que fazer esta poda com rebaixamento das copas em até dois metros para dar segurança à população”, informa o chefe da agência da Copel, que pede a compreensão dos rondonenses

De outra parte, Dalgallo adianta que, durante o serviço de poda, não deve haver cortes no fornecimento de energia elétrica.


Quer receber as notícias mais importantes de Marechal no WhatsApp? Clique aqui

VEJA MAIS SOBRE Marechal Cândido Rondon
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 25 minutos | Ponta Grossa
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL