Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017

Golpe do ‘Giro Solidário’ é praticado em Marechal Cândido Rondon

A proposta tem feito muitas pessoas investirem no ‘giro’, quando acabam sendo enganadas porque não recebem nenhum retorno.

Marechal Cândido Rondon

| 10/08/2017 | 08:32 | Olhar Direto
Um novo esquema de "pirâmide financeira" vem sendo compartilhado nas redes sociais em Marechal Cândido Rondon e chamando a atenção de muitas pessoas que procuram dinheiro rápido e fácil. O ‘giro solidário’, como é conhecido, é bastante divulgado com a finalidade de recrutar novos participantes.

Semelhante à ‘pirâmide solidária’, o esquema promete o retorno financeiro de pelo menos R$ 1 mil em pouco tempo. A proposta tem feito muitas pessoas investirem no ‘giro’, quando acabam sendo enganadas porque muitas não recebem nenhum retorno. Conforme foi apurado pela reportagem, o esquema funciona por etapas e o investimento é de pouco mais de R$ 100.

“Você entra depositando R$ 125 com mais sete pessoas. E vocês ficam no vermelho. Quando completam as oito pessoas, acontece o giro. Quando girar, vocês vão passar a ser azul, depois do azul, passa a ser preto, depois do preto, passa a ser o verde. O verde é quem está recebendo o depósito dos oito vermelhos que estão entrando.”

O ‘giro solidário’ funciona no modelo de ‘mandala’, que necessita do recrutamento frequente de novos membros em grupos de Whatsapp.  É ressaltado que as pessoas devem evitar o depósito de dinheiro na conta de desconhecidos e denunciar qualquer suspeita.

A prática do ‘giro’ é semelhante ao esquema da pirâmide que é enquadrada como um crime contra a economia popular tipificado no inciso IX, art. 2º, da Lei 1.521/51, onde diz que obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos (‘bola de neve’, ‘cadeias’, ‘pichardismo’ e quaisquer outros equivalentes).

O golpe é antigo, mas vem se modificando e ganhando uma nova roupagem. Geralmente, a ‘pirâmide financeira’ constitui um método de captação de recursos voltado para ludibriar pessoas inocentes mediante a promessa de ganho fácil, que jamais se concretizará, a não ser em benefício daquele que encabeça um determinado grupo.

Recentemente, a Tarobá também produziu uma matéria quando o "Giro Solidário" se instalou em Foz do Iguaçu.

Acompanhe a reportagem abaixo:
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES