Porque a minha empresa precisa ter um site? Veja as respostas
 
Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9800-7080

Lei Geral de Proteção de Dados foi tema de palestra na Acit

Toledo | 15/05/2019 | 16:12 |
| Fotos: Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sancionada em 2018, a Lei n° 13.709, que dispõe sobre a proteção de dados pessoais, tanto no formato físico, quanto no digital, têm chamado a atenção. Prevista para entrar em vigor em agosto de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP) é pauta entre as organizações.

Para tratar sobre o tema, que tem fundamento no respeito à privacidade, a inviolabilidade da intimidade e que disciplina o tratamento de dados que identifique uma pessoa, a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) sediou palestra organizada pelo Núcleo de Inovação, Iguassu-IT, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Conduzida pelo consultor do Senai, unidade Londrina, Wagner Hiroshi Ueno, e com a participação de empresários e profissionais da área de tecnologia, o encontro esclareceu alguns pontos sobre a norma. Entre eles, a regularização das empresas para evitar o descumprimento das regras, que com a comprovação do vazamento de dados, pode gerar multa entre 2% do faturamento até R$ 50 milhões por infração, desde as pequenas empresas às grandes organizações.

Segundo o consultor, o primeiro passo é entender a lei e sua aplicabilidade. “Estamos passando por várias cidades da região para falar sobre o assunto. É necessário entender a lei e a ideia do que ela abrange para estar no mínimo de aderência, evitando sanções financeiras”, conta.

Inspirada na legislação da União Europeia sobre proteção de dados, a primeira mudança deve ser comportamental. “Mudar o hábito, principalmente no que fazemos informalmente e deliberadamente, tomando alguns cuidados quando se tratam de dados que não são da organização. Será necessário um treinamento com todas as pessoas que de alguma forma têm acesso e manuseio ao banco de dados, seja de colaboradores ou clientes”, ressalta o consultor do Senai.

Para que a Lei 13.709 seja compreendida de forma mais prática, Wagner Ueno cita um exemplo. “Se você é funcionário de uma organização e tem uma doença especifica, que somente a empresa em que trabalha e seu plano de saúde tenham conhecimento e certo dia recebe o contato de uma revenda de medicamentos, sugerindo um tratamento ao seu diagnóstico, o questionamento deve ser ‘como você sabe da minha doença?’. Feito isso, o colaborador poderá saber de onde seus dados foram vazados e na sequência poderá tomar medidas judiciais aos responsáveis”, explica.

Uma das alternativas para evitar os prejuízos, segundo o consultor, é que os clientes assinem um termo, permitindo o compartilhamento de informações para situações específicas. “No exemplo citado, a pessoa pode permitir ligações sobre descontos em certo medicamento, mas caso contrário, sem sua permissão, todo e qualquer tipo de vazamento de dados receberá punições financeiras, conforme a nova Lei”, frisa.

Para o coordenador do Núcleo de Inovação, da Acit, Márcio Pinheiro, a palestra foi executada no momento certo, tendo em vista o tempo de preparo e adequação às normas. “Conseguimos ter uma visão mais clara sobre a importância da Lei e de como nós, empresários e fornecedores de sistemas temos que agir para evitar riscos jurídicos.”

O coordenador comenta que a captação de dados dos clientes também terá alterações. “Vamos ter que nos preocupar com os tipos de dados que recolhemos e se realmente precisamos deles ou não, com isso, tendo tutela das informações, precisamos saber como manipula-las, a fim de evitar que as mesmas vazem por agentes internos ou externos”, conclui Márcio Pinheiro.

A Lei Geral de Proteção de Dados pode ser acessada em http://www2.planalto.gov.br/.

PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL