Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

Mistura feita a base de cocaína pode ter sido causa da morte de detentos em Toledo

Toledo

| 09/10/2018 | 16:43 | Rádio Difusora 
Mistura feita a base de cocaína pode ter sido causa da morte de detentos em Toledo | Toledo
| Foto: Rádio Difusora 
PUBLICIDADE

A morte de três presos na Cadeia Pública de Toledo de maio a agosto deste ano é investigada pela Polícia Civil.

Embora sem sinais físicos evidentes, a suspeita é de que eles tenham sido mortos por outros detentos.

A Polícia Civil aguarda laudos toxicológicos e de necrópsias e trata tudo no maior sigilo.

As mortes podem ter sido causadas por uma mistura feita com uma colher de cocaína em uma garrafinha de água, conhecida dentro da cadeia como “Gatorade”.

Quem é obrigado a tomar a bebida morre em até duas horas de falência múltipla dos órgãos, porque ocorre uma espécie de infarto.

Em Toledo, as mortes seriam fruto de uma briga de quadrilhas na cadeia, com direito a tortura psicológica.

“Eles fazem essa bebida e obrigam os detentos a tomar, quem ingere sabe que a morte é certa”, contou um investigador que preferiu não se identificar.


Quer receber as notícias mais importantes de Marechal no WhatsApp? Clique aqui

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 47 minutos | Marechal Cândido Rondon
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL