Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018

Multas de trânsito agora podem ser parceladas no cartão

Medida já está em vigor e visa facilitar o pagamento da dívida e diminuir a inadimplência

Brasil

| 18/10/2017 | 15:47 | Gazeta do Povo
Multas de trânsito agora podem ser parceladas no cartão | Brasil
RECOMENDAMOS
O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira (18) uma resolução que permite pagar as multas de trânsito no cartão de débito ou crédito. 

O valor da infração também poderá ser parcelado, porém haverá cobrança de juros pela entidade financeira do cartão. Anteriormente, somente as multas aplicadas em veículos registrados no exterior poderiam utilizar deste benefício. 

A medida já está em vigor, porém cada órgão de trânsito (Detrans, prefeituras, Polícia Rodoviária, Der e Dnit) precisará habilitar as operadoras de cartões para disponibilizar o serviço, que não é obrigatório.

O objetivo é aperfeiçoar a forma de pagamento e quitar demais débitos relativos ao veículo, além de diminuir a inadimplência. 

Alguns Detrans e prefeituras já oferecem o parcelamento por meio de documentos de arrecadação e, na maioria dos casos, com o pagamento do primeiro boleto da dívida ao assinar o termo de adesão. 

Muitos proprietários buscam este recurso como forma inicial de regularizar a situação do veículo e obter o documento de licenciamento ou mesmo para realizar a transferência. “Alguns faziam o primeiro pagamento e não arcavam com o compromisso de quitar as demais parcela”, ressalta  Elmer Vicenzi, presidente do Contran.

Com a nova modalidade, o órgão de trânsito receberá o valor à vista das operadoras de cartão, que assumem o risco da operação com o titular do cartão ao receber o restante da dívida. 

Pagando a primeira prestação, a regularização do veículo será imediata, não precisando esperar até a última parcela.

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES