Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018

Onda de frio mata bebê e mais 10 pessoas no Sul do Nepal

As mortes causadas pelas baixas temperaturas ocorreram durante a última semana na região de Tarai, no Sul

Mundo

| 08/01/2018 | 10:37 | Agência Brasil
Pelo menos 11 pessoas, entre elas um bebê, morreram durante a última semana em decorrência da onda de frio que afeta o Sul do Nepal, informaram hoje (8) à Agência EFE fontes oficiais.

As mortes causadas pelas baixas temperaturas ocorreram durante a última semana na região de Tarai, no Sul do país, "onde as ondas de frio afetam mais a população", disse um porta-voz do Ministério de Interior, Narayan Prasad Sharma Duwadi.

Em Saptari, onde ocorreu a maioria dos casos, morreram cinco pessoas, incluindo um bebê de sete meses, enquanto no distrito de Rautahat mais quatro não resistiram ao frio e mais duas em Siraha e Makwanpur.

Segundo Duwadi, as autoridades nepalesas já distribuiram cerca de 15 mil cobertores e 7 mil colchões entre famílias carentes do distrito de Saptari.

"Todos os que morreram pelo frio pertencem a famílias pobres. Não dispõem de vestimenta apropriada para se proteger do frio", declarou o chefe da polícia do distrito de Rautahat, Durba Kumar Shrestha.

Ele ressaltou que as famílias das vítimas recebem entre 10 mil e 25 mil rupias (entre US$ 100 e US$ 245) como compensação, o que leva as autoridades a ter de verificar as mortes diante do aumento de casos de denúncias falsas.

Embora no país do Himalaia as temperaturas costumem ser muito mais baixas nas áreas montanhosas, as mortes por hipotermia ocorrem mais frequentemente nas planícies do Sul, onde os termômetros não costumam atingir temperaturas negativas.

"O frio afeta mais em Tarai devido à escassez de sol durante o dia. No entanto, nas colinas e montanhas, onde as temperaturas mínimas são mais baixas que em Tarai, está ensolarado durante o dia", explicou à EFE o meteorologista nepalês Subash Rimal.
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 2 dias | FIQUE POR DENTRO!
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES