Quinta-Feira, 21 de Fevereiro de 2019

Palocci deve deixar a prisão até esta quinta

Brasil

| 28/11/2018 | 22:45 | Notícias ao Minuto
Palocci deve deixar a prisão até esta quinta | Brasil
| Foto: Notícias ao Minuto
PUBLICIDADE

MÔNICA BERGAMO - Por dois votos a um, a Justiça reduziu a pena de Antonio Palocci para nove anos e dez dias. Ele deve deixar a prisão até a quinta (29). O ex-ministro vai para o regime semiaberto diferenciado, cumprido em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica.

O pedido feito pela defesa do ex-ministro foi julgado na tarde desta quarta-feira (28) pela 8ª turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), responsável pelos processos da Operação Lava Jato em segunda instância.

Palocci esté preso em Curitiba desde 2016 e foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo sondas da Petrobras. Os advogados de Palocci, no entanto, firmaram acordo de colaboração com a Polícia Federal.

Durante o julgamento, eles pediram a redução pela metade da pena do ex-ministro, citando o artigo art. 4, parágrafo 5º da lei 12.850/2013, que concede diminuição de pena para acusados que colaboram voluntariamente com a Justiça depois da sentença.

No dia 24 de outubro, o desembargador João Pedro Gebran Neto reconheceu a efetividade da colaboração de Palocci e acatou o pedido da defesa. O desembargador Leandro Paulsen, no entanto, pediu vista do processo.

Nesta quarta (28), Paulsen acompanhou o voto de Gebran. E, antes de proferir sua decisão, o desembargador Victor Luiz dos Santos Laus pediu questão de ordem para apurar a veracidade da delação. Ao proferir seu voto, ele divergiu dos outros dois. 


Quer receber as notícias mais importantes de Marechal no WhatsApp? Clique aqui

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 11 horas | Marechal Cândido Rondon
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL