Domingo, 22 de Abril de 2018

Pombos treinados para levar celulares em cadeias são apreendidos em SP

Ave é vista na muralha da unidade transportando um embrulho entre as asas

#Inusitado

| 24/10/2017 | 16:34 | Notícias ao Minuto
Pombos treinados para levar celulares em cadeias são apreendidos em SP | #Inusitado
RECOMENDAMOS

Agentes prisionais de São Paulo barraram a entrada de uma dupla inusitada em duas penitenciárias do Estado. "Pombos-correios" com celulares e fones de ouvido amarrados junto às asas foram apreendidos neste último final de semana.

A primeira ocorrência foi registrada na penitenciária "ASP Joaquim Fonseca Lopes", localizada em Parelheiros, no extremo sul da capital paulista, no sábado (21).

No local, a ave foi vista na muralha da unidade transportando um embrulho entre as asas. O animal foi capturado e os agentes detectaram que dentro do pacote havia um minicelular e mais um fone de ouvido.

No domingo (22), um segundo "pombo-correio" foi flagrado na penitenciária "Mário Moura Albuquerque", em Franco da Rocha (Grande São Paulo) também transportando um aparelho celular.

Os aparelhos foram recolhidos e serão periciados. De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), uma apuração interna será realizada para saber quais são os presos que receberiam os celulares.

Até esta publicação, a secretaria não havia informado para onde os "pombos-correios" foram levados.

As duas unidades onde as ocorrências foram registradas estão superlotadas. O presídio de Franco da Rocha tem capacidade para abrigar 914 detentos, mas conta com 1.864. Em Parelheiros, o ideal era ter 938 presos, mas a população carcerária atingiu 1.429. Com informações da Folhapress.

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 1 dia | FIQUE POR DENTRO!
Há 4 dias | Marechal Cândido Rondon
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES