Sábado, 23 de Junho de 2018

Prefeitura de Marechal Rondon fará mutirão para cadastrar interessados no novo programa habitacional

Entre os dias 07 e 23 de março, um mutirão será feito para fazer o cadastramento dos interessados em ter a sua casa própria, através do novo programa habitacional de Marechal Rondon.

Marechal Cândido Rondon

| 24/02/2018 | 07:20 | Assessoria
Prefeitura de Marechal Rondon fará mutirão para cadastrar interessados no novo programa habitacional | Marechal Cândido Rondon
RECOMENDAMOS
Entre os dias 07 e 23 de março, um mutirão será feito para fazer o cadastramento dos interessados em ter a sua casa própria, através do novo programa habitacional de Marechal Rondon. As informações foram apresentadas à população ontem  (23), durante a audiência pública referente ao tema, realizada no auditório Ecos da Liberdade. O evento serviu para esclarecer dúvidas dos interessados em ingressarem no programa. Ao todo, serão 470 novas moradias no município.

O evento contou com a presença das secretárias de Assistência Social, Josiane Laborde Rauber, e de Saúde, Marciane Specht, do secretário de Coordenação e Planejamento, Reinar Seyboth, do vereador Nilson Hachmann, do coordenador regional da Cohapar, Severino Folador, da coordenadora do trabalho social, Geórgia Pelanda, da gerente da Caixa de Marechal Rondon, Leila Preis, e demais autoridades. 

MUTIRÃO
O mutirão será realizado na sede do antigo Fórum, entre os dias 07 e 23 de março (nos dias úteis), em que servidores capacitados cadastrarão os interessados na conquista da casa própria. O atendimento será das 8h às 17h, sem pausa para almoço. De acordo com a secretária de Assistência Social, Josiane Laborde Rauber, a orientação é a de que o ideal é que a mulher da família faça o cadastramento, portando os documentos pessoais de todos os integrantes da família, além dos comprovantes de residência e renda para efetivar o cadastro.

Interessados também podem se cadastrar de forma online, via site da Cohapar, processo de cadastramento este, que foi explicado na audiência pública. Outra opção é comparecer após o período do mutirão, na Secretaria de Assistência Social.

Serão disponibilizadas duas formas de cadastramento no Minha Casa Minha Vida. Uma delas, será via FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e a outra, pelo FAR (Fundo de Arrendamento Residencial). Pelo FGTS, serão construídas 370 moradias, sendo 274 casas e 96 apartamentos. Já pelo FAR, serão 100 casas. 

As regras diferem de um programa para outro, conforme esclarecimento prestado na audiência pública. Em casos de dúvida, elas podem ser sanadas no ato do cadastramento no fórum ou via site da Cohapar.

O processo de escolha dos contemplados das moradias partirá da Cohapar e da Caixa. A Assistência Social apenas auxiliará no processo de cadastramento dos interessados.
VEJA MAIS SOBRE Marechal Cândido Rondon
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES