Segunda-Feira, 15 de Outubro de 2018

Reviravolta no caso das crianças esquartejadas no RS

Caso aconteceu em setembro.

Mistério

| 08/02/2018 | 14:54 |
Reviravolta no caso das crianças esquartejadas no RS | Mistério
PUBLICIDADE

O delegado Rogério Baggio afirmou ontem (7) que o caso que investiga a morte de duas crianças esquartejadas, em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, teve uma reviravolta e voltou a estaca zero.

Depois de meses de investigação a polícia havia afirmado, a partir do depoimento de testemunhas, que as mortes teriam ocorrido em um ritual satânico. Segundo o delegado, as testemunhas mentiram. A polícia pediu a soltura de sete pessoas que estavam detidas, apontadas como suspeitas.

Segundo Baggio havia riqueza de detalhes nos depoimentos, mas as testemunhas teriam falado sob orientação de uma pessoa, que foi presa. A motivação para a mentira não foi divulgada pela polícia.

As provas periciais nas vestes apreendidas no templo satânico em Gravataí revelaram apenas sangue animal foi encontrado. O delegado não descarta o ritual, mas diz ter 99% de certeza que os acusados anteriormente são inocentes. 

Os corpos de dois irmãos, um menino e uma menina, foram encontrados em setembro. Até o momento as vítimas não foram identificadas. 


Quer receber as notícias mais importantes de Marechal no WhatsApp? Clique aqui

EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL