Domingo, 25 de Agosto de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

Suspeito de matar a ex-companheira em Guarapuava é preso; homem tinha fugido de caminhonete após o crime

Guarapuava | 17/04/2019 | 08:21 |
| Fotos: PRF/Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O homem suspeito de ter matado a ex-companheira em Guarapuava, na região central do Paraná, foi preso em Tijucas do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite de terça-feira (16), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (15). Conforme a Polícia Militar (PM), o suspeito matou Universina de Abreu na casa onde ela morava e, depois, fugiu em uma caminhonete.

O homem de 46 anos estava dirigindo a caminhonete na BR-376 quando foi abordado pelos policiais rodoviários. A PRF informou que ele seguia em direção a Santa Catarina, tendo a cidade de Gaspar como destino.

Como a equipe da PRF tinha a descrição do veículo do suspeito, foi feita a abordagem logo que a caminhonete foi vista na rodovia, por volta das 19h30.

O homem estava acompanhado de uma mulher de 24 anos e, segundo a PRF, os dois foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de São José dos Pinhais, também na Região Metropolitana da capital paranaense.

Feminicídio

Universina de Abreu tinha 45 anos e foi atingida com tiros na região do tórax e na cabeça. O caso está sendo tratado como feminicídio e investigado pela Delegacia da Mulher de Guarapuava.

De acordo com a Delegacia da Mulher, não havia medida protetiva em relação à vítima.

PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Participe do nosso grupo no WhatsApp