Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018

Terremoto de 6,8 graus deixa dois mortos e 65 feridos no sul do Peru

O tremor foi sentido na capital Lima e em várias cidades do país

Mundo

| 14/01/2018 | 14:15 | Agência Brasil
Terremoto de 6,8 graus deixa dois mortos e 65 feridos no sul do Peru | Mundo
| Foto: Catve
Pelo menos duas pessoas morreram e outras 65 ficaram feridas no terremoto de 6,8 graus de magnitude na escala Richter que atingiu a região Arequipa, no sul do Peru, neste domingo (14), às 4h18 (horário local, 7h18 de Brasília), informaram fontes oficiais.

O chefe do Indeci (Instituto Nacional de Defesa Civil), Jorge Chávez, declarou à emissora RPP Noticias que as mortes aconteceram nas cidades de Yauca e Bella Unión, enquanto os feridos foram registrados na província de Caravelí e em Nazca, da região vizinha de Ica.

Mais cedo, o USGS (Serviço Geológico dos Estados Unidos) havia informado que o sismo teve 7,1 graus de magnitude e epicentro a cerca de 40 quilômetros ao sudoeste da cidade de Acarí.

O IGP (Instituto Geofísico do Peru) estimou a magnitude do sismo em 6,8 graus e situou seu epicentro 56 quilômetros ao sul do distrito de Lomas-Arequipa, a uma profundidade de 48 quilômetros, segundo informou o jornal El Correo.

A governadora de Arequipa, Yamila Osorio, afirmou que até o momento foram contabilizadas 16 pessoas levemente feridas no distrito de Chala.

O tremor foi sentido na capital Lima e em várias cidades do país.

Algumas casas de adobe foram derrubadas e houve corte de energia elétrica nas cidades de Acarí, Jaquí, Tanaca Yauza, Salamanca e Condesuyos, segundo o jornal La República, que citou autoridades locais.

A Secretaria-Geral do Município de Lomas declarou que, apesar de ser o epicentro do tremor, não há danos a reportar até o momento.

Por sua vez, a governadora regional de Arequipa, Yamila Osorio, também disse que só se registraram danos materiais menores e alguns desabamentos.

Em decorrência do tremor, a província de Nasca se encontra sem eletricidade e Ica também está parcialmente sem fornecimento.

A Direção Hidrográfica e de Navegação da Marinha de Guerra do Peru esclareceu que, ainda que não haja alerta de tsumani no litoral peruano, segue com a vigilância da evolução do tremor.
EM DESTAQUE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTO E VARIEDADES