Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

CPI do Lixo de Toledo ouve controlador e aprova mais 3 depoimentos

Toledo | 08/05/2019 | 16:30 |
| Fotos: Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada pela Câmara de Toledo para investigar “as falhas na prestação de serviços público na coleta de lixo” reuniu-se nesta quarta-feira, dia 8 de maio, a partir das 9h, para ouvir o depoimento do controlador Nilson Liberatto, além de apreciar requerimentos de depoimentos. A reunião contou com os vereadores Marcos Zanetti, presidente; Airton Savelllo, vice-presidente; Vagner Delabio, relator, além do membro Renato Reimann, já que Ademar Dorfschmidt está em viagem a Umuarama tratando do movimento de vereadores em torno dos custos da energia. A CPI aprovou três requerimentos de depoimentos, todos por unanimidade.

O relator Vagner Delabio apresentou requerimento para ser ouvido Marcos Roberto dos Santos Rodrigues, supervisor de Frota da Transportec, enquanto o presidente Marcos Zanetti requereu que seja ouvido o contador Milton Endler, diretor do Departamento de controle contábil e financeiro.

Controle Contábil e Financeiro

Outro requerimento, também de Vagner Delabio, solicitou o depoimento de Cristiano Júnior Ferreira, coletor da Transportec, sendo que Marcos Zanetti ao manifestar-se favorável ao requerimento antecipou que também pretende requerer que sejam ouvidos de 3 a 5 funcionários e que também protocolou pedido para que seja ouvido o secretário da pasta.

O controlador Nilson Liberatto falou do sistema de controle de contratos municipais, informando que a Prefeitura de Toledo mantém cerca de 1 mil contratos e conta com cerca de 200 servidores como fiscais destes contratos. O sistema foi adotado há cerca de 6 anos pelo Tribunal de Contas numa demanda que partiu de Toledo, segundo o controlador. Embora inicialmente houvesse cargos de confiança como fiscais a função depois passou a ser atribuída apenas a servidores de carreira e não traz acréscimo de remuneração, disse ele. O servidor aprovado em concurso automaticamente é candidato a fiscal de contrato, afirmou o controlador. O controlador falou ainda do treinamento dos fiscais, afirmando que ele próprio participou de quatro eventos sobre sua atuação e há dois anos o Tribunal de Contas encampou a questão e passou a oferecer treinamento.

A CPI definiu que sua próxima reunião será realizada no dia 15 de maio, quando vai ouvir o depoimento de Sebastião Nunes de Araújo Filho, fiscal do contrato da coleta de lixo, às 9h. Em seguida, às 10h, a CPI vai ouvir o vereador e ex-prefeito Albino Corazza, que ofereceu-se para depor.

PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL