Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

Dia Mundial do Rock

DIA DO ROCK | 13/07/2019 | 14:06 |
Hoje é Dia de Rock, Baby! | Fotos: Reprodução/Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Hoje (13) é o dia Mundial do Rock, e fãs do gênero musical comemoram a data por todo o planeta. 

A data é uma alusão ao Festival Live Aid que ocorreu em 1985, simultaneamente, na Filadélfia, nos EUA, e em Londres, na Inglaterra, com a participação de artistas de rock da época, para conscientizar a população mundial sobre a situação drástica de fome e pobreza da África, além de arrecadar fundos para a causa. Durante o show, transmitido ao vivo para vários países, o cantor e baterista Phil Collins sugeriu que a data fosse lembrada como Dia Mundial do Rock.

Para comemorar a importância do ritmo, foi instituído no Brasil o Dia Mundial do Rock, comemorado hoje (13). 

 

O bom e Velho Rock n’ Roll de sempre

Nascido entre as décadas de 1940 e 1950, nos Estados Unidos, e popularizado para o mundo, o Rock n’ Roll é um velho de mais de 60 anos de idade, mas ainda:  revolucionário, contestador e vibrante.

Apesar de muitos dizerem que o “rock morreu”, é fato que ele vive nos corações de vários faz incondicionados mundo afora.

Mas como todo ritmo, é fato que o estilo passa por ondas e não tenha mais tanto apelo popular, o que é normal, por ser um evento musical que surgiu há mais de 60 anos.

Para Cristiano Viteck, apresentador do programa de rock Garagem 95 da rádio Difusora “o gênero hoje vive do passado. Jovens, que sempre foram a força do rock, no geral não ouvem mais. E os que ouvem, praticamente só ouvem os clássicos”.

É natural essa decadência”, diz ele, “Novos gêneros surgem e vai sempre chamar mais atenção dos mais novos. Antes do rock, o jazz por exemplo era um estilo musical identificado com a juventude em algumas partes do mundo, veio o rock e tomou o lugar. Brinco sempre que o rock é o novo jazz. O rock nunca vai morrer, mas não vai mais ser muito importante”, conclui Viteck.

A cena Underground

Apesar de clássicos do gênero ainda estarem em alta (nem tanto), e serem a imensa esmagadora maioria do que se consome em rock (vide Metallica, Guns n’ Roses, por exemplo) o rock hoje tem sua força no cenário underground.

Aos “trancos e barrancos”, bandas, da nossa região por exemplo, é que produzem, de maneira própria, seus conteúdos para manter vivo o estilo.

Com “shows”, próprios e “auto-organizados”, as bandas mantem vivo o gênero musical na melhor maneira rock n’ roll: se reinventando.

Para Daniel Carvalho Tineneu, baixista da banda “Os Anônimos”, “hoje a cena underground está imperando (na produção de conteúdo). O rock está vivo, mas no underground, principalmente. O público que curte é aquele que gosta”, diz.

“Os Anônimos” são uma banda regional, uma das poucas na região que produz conteúdo original e tem relevância considerável.

Formada em 1999, a banda tem na formação atual Carlos Basso na Guitarra e vocal, Daniel Carvalho Tineneu no Contra-Baixo e Thyago Sabugo Scheffer na bateria.

Tineneu (o baixista) diz que “viver de rock é complicado, tem que ser apaixonado pelo que se faz”.

Para ele é por causa da cena underground que o rock ainda tem relevância.

A questão segundo Daniel, é “se reinventar e produzir coisas novas”, “arte é movimento, rock é arte, e é preciso produzir”, completa Tineneu.

...de sempre...

Apesar dos pesares, do natural desgaste, Rock n’ Roll ainda é (quiçá sempre será), o ritmo preferido de várias pessoas pelo mundo.

Não tanto como antigamente, o rock ainda “faz a cabeça” das novas gerações. Shows das bandas clássicas ainda continuam enchendo estádios, aqui e pelo mundo afora.

Raul Seixas e Legião Urbana ainda são as “mais tocadas” nas rodas de violão (dos roqueiros, é claro). Titãs, Nando Reis, e outros artistas nacionais continuam lançando material inédito.

Metallica, Guns n’ Roses, AC/DC, Iron Maiden, Roger Waters, continuam incontestáveis.

Surgem bandas (e sonhos), todos os dias e isso, na opinião deste que vos escreve, é puro Rock n’ Roll.

 

Da Redação


MAIS FOTOS
PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL