Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

Ex-presidente do Peru atira contra a própria cabeça para evitar ser preso

Mundo | 17/04/2019 | 10:13 |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
O ex-presidente peruano Alan García tentou suicídio com um tiro na manhã desta quarta (17) depois da chegada de policiais na sua casa, em Lima, para prendê-lo por um caso de corrupção ligado à empreiteira brasileira Odebrecht, de acordo com policiais ouvidos pela agência Reuters.

A Justiça do Peru havia determinado a prisão de dez dias do ex-presidente Alan García pela acusação de receber dinheiro da Odebrecht em uma campanha eleitoral em 2006, de acordo com o site do jornal peruano "El Comércio".

García é acusado de ter retribuído com aportes extraordinários na construção de uma rodovia, a Interoceânica, entre os anos de 2008 e 2010. A obra era feita por um consórcio liderado pela empreiteira brasileira.

Foi noticiado também pelo "El Comércio" que, minutos após a chegada dos policiais em sua residência, o político teve que ser encaminhado a um hospital por uma lesão.

Outro ex-presidente, Pedro Pablo Kuczynski, conhecido como PPK, foi preso no dia 10 de abril, também em decorrência de uma relação com a Odebrecht e pelo mesmo prazo, dez dias.
PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Participe do nosso grupo no WhatsApp