Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

Países do G4 reiteram apoio à reforma do Conselho de Segurança da ONU

ONU | 03/10/2019 | 11:25 |
| Fotos: ONU News - Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A maioria dos Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) apoia firmemente a reforma de seu Conselho de Segurança e o Brasil, juntamente com a Alemanha, a Índia e o Japão, integram o grupo de países candidatos a compor esse colegiado, diz declaração conjunta dos quatro países divulgada na noite dessa quarta-feira (2).

De acordo com a declaração, em 25 de setembro de 2019, os ministros das Relações Exteriores dos países-membros do G4 (Brasil, Índia, Japão e Alemanha), reuniram-se durante a 74ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York. Nessa reunião, eles reiteraram o compromisso com uma reforma a curto prazo e abrangente do Conselho de Segurança. Os ministros reiteraram apoio mútuo às suas respectivas candidaturas como aspirantes a novos membros permanentes em um Conselho de Segurança reformado, dadas suas capacidades e a disposição de assumir grandes responsabilidades com relação à manutenção da paz e segurança internacionais. 

Segundo o texto, os integrantes do G4 destacaram que a reforma deve incluir não apenas a expansão das categorias de membros permanentes e não permanentes, mas também medidas para aumentar a transparência e a eficácia do trabalho do Conselho de Segurança.

Os ministros destacaram também o firme apoio à representação africana nas categorias de membro permanente e não permanente em um Conselho de Segurança reformado e ampliado. “Os ministros do G4 também frisaram que essa representação fortalecida é a única maneira de corrigir a injustiça histórica contra aquele continente no que diz respeito à sua sub-representação no Conselho de Segurança”, diz o documento.

Os ministros que integram os países membros do G4 são:  Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores do Brasil; Heiko Maas, ministro Federal das Relações Exteriores da Alemanha; Subrahmanyam Jaishankar, ministro de Relações Exteriores da Índia, e Motegi Toshimitsu, ministro das Relações Exteriores do Japão.


Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Participe do nosso grupo no WhatsApp